Tuesday, September 24, 2002

Dia de saudade, dia que mesmo quando está claro.... chove dentro de nós... Dia longo, que parece sem sentido. Sinto saudade de tanta coisa! Sinto saudade do meu amigo, e de como nos divertimos, sinto saudade da minha professora, do meu colegio e quanto de pequenas preocupaçoes me faziam sentir como se eu fosse gente grande.
Sinto saudade daquele nosso abraço apertado, da epoca em que eu tomava toddynho... Não que não existam toddyhos, mas nenhum é como aquele que eu tomava antes de ir para o 1.o ano de faculdade.
Sinto falta do meu pai, do jeito que ele era, e suas mãos macias...
Sinto falat de uns certos olhos puxados.... de uns conselhos.
E aquele sorvete de pistache que nunca mais tomei... ou a casa da Cris, aonde conseguiamos passar interminaveis horas discutindo as mais estranhas bobagens e mesmo assim parecia ser a coisa mais legal do mundo.
Saudade de quando comecei a ler Senhor dos Aneis.
Saudade de quando ainda tinha taaaaaaanto para aprender sobre o Queen.
Saudade de mim... saudade de voce...
Saudade do meu irmão que agora está casado, e vive longe.
E que dia que se esntende, porque saudade é um mal que puxa cada saudade em particular... começa como uma coçeira, e acaba como uma alergia.
E hoje ao final de meu dia... estou tomada por essa alergia.
SAUDADE